Refugiados afegãos provocam grande movimentação policial


Foram necessários 15 políciais para dispersar um grupo de afegãos na cidade de Erding, no sul da Alemanha. Os acusados fizeram arruaça, atacaram sexualmente uma mulher e feriram policías. 

No passado sábado (09) a Polícia da Baviera teve trabalho para dispersar um grupo de refugiados afegãos que chegaram até a pequena cidade de Erding, 43 km ao norte de Munique, sul da Alemanha, para festejar com outros conterrâneos que residem na cidade. De acordo com a Polícia local, haviam encontravam-se  afegãos entre 17 e 25 anos de outras cidades da região.

Tudo havia começado as 19h25 do sábado, quando moradores informaram à Polícia que extrangeiros haviam subido e estavam depredando uma árvore de natal montada na praça Schrannenplatz. De acordo com as testemunhas, os acusados gritavam e quebravam a decoração. Não se sabe se os jovens imigrantes escolheram intencionalmente a àrvore de natal – símbolo do cristianismo – para extravazar sua frustação.

Pouco tempo depois, em outra ligação moradores informavam de uma mulher que havia sido assediada sexualmente por dois extrangeiros nas proximidades da cervejaria Erdinger.

Em entrevista ao jornal local Erdinger Anzeiger, o chefe de Polícia, Florain Leitner, relata que “já antes da abordagem alguns dos jovens se mostraram muito agressivos. Ao invés de mostrar seus documentos, dois jovens afegãos atacaram os políciais civis com socos”. Foram necessários quatros políciais para imobilizar um dos agressores.

O chefe de Polícia Leitner desabafou sobre a atitude a população. “As cerca de 50 pessoas que estavam acompanhando a cena e começaram a gritar que deixássemos os agressores em paz”, relatou ele indignado.

Dos refugiados que se encontravam no local, cinco foram obrigados a deixar a cidade imediatamente. Os dois jovens que atacaram os polícias passaram a noite na cadeia e no dia seguinte afirmaram não se lembrar do ataque aos políciais.

Outros pequenos delitos foram registrados nos primeiros dias do anos, onde aparemente imigrantes,  com pedidos de asilo em andamento, foram os responsáveis.

 

Sobre Redação Europa
Luciano Alarcón, é jornalista formado pelo Centro Universitário de Araraquara, foi jornalista e Webmaster da Revista AméricaEconomía em Santiago do Chile, correspondente para o site www.Terra.com e freela para Folha de S. Paulo, entre outros meios na América Latina. Atualmente estuda Superior de Política de Munique e apresenta o programa de Radio "Brasilien in Focus" na Radio Lora FM de Munique. RedaçãoEuropa é a sua redação jornalística direto da Europa. Com notícias atualizadas sob o ponto de vista do jornalismo brasileiro. Porque o diferencial também é notícia, através do RedaçãoEuropa você terá acesso a matérias elaboradas e que as grandes agências não cobrem. Leia nossas matérias, retwitte, comente e informe-se. Um grande abraço sua Redação na Europa.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: